Click the image to watch trailer

...---… | HUGO MAGRO | DOC | 2013 | PORTUGAL | 9.44 | RESTART | ESCOLA DE CRIATIVIDADE E NOVAS TECNOLOGIAS

 

Assumindo a vulnerabilidade do ser humano como ponto de partida, o olhar da câmara procura transeuntes, alguém que sugira alguma coisa que possa estar relacionado com vozes vindas de gravações de linhas de apoio sociais.

O documentário combina assim a imagem de pessoas em diversos locais com a audição das gravações em simultâneo.

O relacionamento da interioridade vinda das gravações com a realidade das imagens dirige-se a um novo olhar no que vemos diariamente e repetidamente: as imagens simples e quotidianas, abrigos e cercos da falta de amparo.

Hugo Magro estudou realização na Restart (Instituto de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias) em Lisboa. Desde 2013, os seus filmes foram seleccionados para festivais em Portugal: Doclisboa, Lisbon & Estoril Film Festival, Framemotion (onde ganhou um primeiro prémio); na Europa: Escócia, Grécia, Creta e Polónia; e no México.

Hoje tem actividade nas seguintes áreas: cinema (argumento e realização), teatro (vídeo e fotografia) e música (como músico a solo e compositor de bandas-sonoras).

3-1=0 | JUAN GALINANES | FIC | ESPANHA | 24

 

Fazer amor em cada esquina da casa dos sonhos antes de a comprar. Viver pela primeira vez a experiência de ser pai. Tocar e sentir o seu bebé frio. O silêncio depois da morte e a morte depois do silêncio. Carlos quer ver-se livre do passado assim como da casa que um dia foi o seu lar. E talvez um comprador apareça mas as memórias não podem ser vendidas. 

 

Making love in every corner of your dream house before buying it. Living for the first time the experience of being a father. Touching your baby and feeling it cold. The silence after death and the death after silence. Carlos wants to get rid of his past just as much as of the house that was once his home. And maybe a buyer for the house will turn up but memories cannot be sold. 

 

Tercer premio en el VIII Festival de Cortos Villa de la Orotava Primer premio en el 18 Festival de cine de ZaragozaPremio Mestre Mateo 2014 al mejor cortometraje de Imagen Real Premio Xurado dos Veciños en el Festival de Cans

Premio a la Mejor Actriz en el Festival de CansMención Especial al mejor cortometraje en el Certamen Estatal de Video Selectiu Unica Mención Especial a la mejor actriz en el Certamen Estatal de Video Selectiu Unica 

A LIFE WITH ASPERGER´S  | JAIME EKKENS | ANIMAÇÃO | 2013 | USA (4)

 

"Uma vida com Asperger" é um documentário animado que explora os desafios de crescer e viver com Síndrome de Asperger. É uma narrativa que demonstra que Asperger não é simplesmente "ser um pouco estranho", mas sim uma adaptação às suas limitações em face da ansiedade e isolamento. A técnica é uma colagem de fotografia, rotoscopia, personagens animadas e cenas de ação ao vivo.

 

“A Life with Asperger’s” is an animated documentary that explores the challenges of growing up and living with Asperger’s Syndrome.  It is a voice over narrative that demonstrates that Asperger’s is not simply “being a little awkward”, rather it is about adapting to one’s limitations in the face of anxiety and isolation. The technique is a collage of photography, rotoscope, animated characters and live action footage.

 

https://www.facebook.com/ALifeWithAspergersAnimation

A MÁQUINA | MAFALDA VEIGA MARQUES | DOC | PORTUGAL | 2013 UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS | PORTUGAL | 

 

Um homem tenta construir uma máquina que crie uma energia eternamente renovável. A energia que cria energia. O segredo da vida é o segredo de viver... Através da relação intima e priviligiada entre a realizadora e o seu avô – o inventor – este filme é uma metáfora sobre o sentido mais profundo da vida, e sobre a energia que nos anima, a eterna procura de um sentido.

 

A man tries to build a machine to create an eternally renewable energy. The energy that creates energy. The secret of life is the secret of livin... Through the intimate and privileged relationship between the director and her grandfather - the inventor - this movie is a metaphor for the deeper meaning of life, and the energy that animates us: the eternal search for meaning.

Mafalda Marques nascida em 1992, Coimbra, concluiu o curso de Cinema Vídeo e Comunicação Multimédia na Universidade Lusófona de Lisboa em 2013. No segundo ano do curso, realiza o Documentário “A Máquina” como homenagem ao seu avô.

A PROPÓSITO DE NDUGU | DAVID MUNOZ | FICÇÃO | 2013 | ESPANHA | 16´

NDUGU recebe uma carta do seu pai adoptivo que vive na América Mr. Schmidt (desempenhado por Jack Nicholson em "About Schmidt") que perdeu a sua mulher. NDUGU irá procurar uma nova mulher para ele.

 

NDUGU receives a letter from his new foster father in America Mr. Schmidt (played by Jack Nicholson in "About Schmidt") who just lost his wife. NDUGU will search for a new wife for him. 

Awards

ONE SHOT INTERNATIONAL FILM FESTIVAL (ARMENIA).- BEST SHORT FILM AWARD10 VIENNA SHORT INDEPENDENT FILM FESTIVAL (AUSTRIA).- SPECIAL MENTION OF THE JURYXII FESTIVAL INTERNACIONAL DE CORTOMETRAJES "ALMERIA EN CORTO" .- BEST ANDALUSIAN SHORT FILM AWARDFESTIVAL DE CINE PROPIO (SPAIN AND MEXICO).- BEST PRODUCTION AWARDMOSTREMP MUESTRA DE CINE RURAL (SPAIN).- BEST SHORT FILM AWARDXVI FESTIVAL DE CINE DE ASTORGA (SPAIN)

.- BEST CINEMATOGRAPHY AWARD22 FESTIVAL DE CINE DE MADRID-PNR (SPAIN).- SPECIAL MENTION OF THE JURY8 FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINE RURAL ARICA Y PARINACOTA (CHILE) .- BEST SHORT FICTION7TH THESS INTERNATIONAL SHORT FILM FESTIVAL (GREECE).- CINEMATIC ACHIEVEMENT AWARD7TH ISTANBUL INTERNATIONAL URBAN FILMS FESTIVAL (TURKEY).- RECOGNITION TO CULTURAL CONTRIBUTIONCORTO DEL AÑO (SPAIN).- SPECIAL MENTION OF THE JURY 

AKAR | TOUFIC KHREICH | FICÇÃO | LÍBANO | 2013 | 25´

Twenty-seven years away Eskandar comes back. Once in Beirut he is haunted by his childhood memories which bounce him between the past and the present. The same experiences that sent him away as a child lead him back as an adult. 

 

 

Vinte e sete anos longe Eskandar volta. Uma vez em Beirute, ele é assombrado por suas memórias de infância que lhe saltam entre o passado e o presente. As mesmas experiências que o mandaram para longe como uma criança e de volta como um adulto.

 

Toufic Khreich was born and raised in South Lebanon. He moved to Beirut for his studies, where he graduated from the Lebanese Academy of Fine Arts in 2003 with a short film, THIS IS THE VOICE OF THE SOUTH.

 

https://www.facebook.com/troubledwaters.akar 

ASAS | MARIA VENTURA | FICÇÃO | PORTUGAL | UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS (7)

 

 

"Voar pode ser a liberdade de poder realizar as vontades; de poder escolher o que fazer, onde e com quem estar; de poder amar. Inês gostava de ter bonitas asas e poder voar…

Uma adolescente apaixonada, vive fechada no quarto por ordem dos pais. Com um forte desejo de liberdade e, apesar dos incentivos do pai para continuar a pintar, a sua verdadeira ambição é conseguir ir ter com o rapaz que ama."

 

"Flying can be the freedom to make wills, power of choosing what to do, where and with whom to be;. Could love Agnes liked to have beautiful wings and could fly ...

A teenager in love, lives in a room closed by order of the parents. With a strong desire for freedom and, despite his father's incentives to continue painting, his true ambition is to go to the boy she loves. "

 

TRAILER - http://www.youtube.com/watch?v=epppEDVq6UA

 

BELIEVE | NICOLAS CAZALE | FICÇÃO | 19´| FRANÇA | 2013

 

Uma mulher está num hospital psiquiátrico. Enquanto o tempo e a química aniquilam as suas emoções , uma explosão de esperança leva-a a fugir. A vida parece mais uma vez abrir os braços quando ela vai ver o ...

 

 

A woman is in a psychiatric hospital. While time and chemistry annihilate his emotions, a burst of hope led her to flee. Life seems again open her arms when she goes to see the ...

BEYOND FEAR | HANA MIRE | DOCUMENTÁRIO | EMIRADOS ÁRABES | 2014 | 25

 

Este filme vai levá-lo a uma viagem para ver a luz em locais escuros , para experimentar a esperança nos olhos da criança , e para encontrar otimismo nas palavras dos oprimidos . Você vai encontrar as respostas para a felicidade e clareza nas sombras de sua mente. Você vai Beyond Fear para descobrir o poder da sua consciência e da bela realização do presente .

 

This film will take you on a journey to see the light in dark places, to experience hope in the eyes of children, and to find optimism in the words of the oppressed. You will find answers to happiness and clarity in the shadows of your mind. You will go Beyond Fear to discover the power of your conscience and the beautiful realization of the present.

 

Director Bio;

 

Hana Mire was born and raised in the united arab emirates - Abu Dhabi, she is very passionate about filmmaking she was a winner at ADFF last year 2013 . She is currently  on the research stage of her new documentary about her country somalia.

 

 

CARTAS DE UMA ESCRITA COMUM | RUI ESPERANÇA | FICÇÃO | PORTUGAL | ESCOLA SUPERIOR DE TEATRO E CINEMA | 14:56`

As cartas por enviar, ou, antes, as coisas que ficam por dizer, servem de ponto de partida para um filme que pretende esboçar (em linhas ténues, fragmentárias, como nos desenhos a lapis em papel velho) o quotidiano de três personagens que, em comum, têm o facto de serem homossexuais e de essa característica ter servido, de algum modo, de empecilho na tentativa de chegar ao outro. A negro, a voz deles. São vozes masculinas as que trazem até nós três testemunhos, em que o murmúrio, a interpelação directa a um destinatário ausente servem de elo em comum. É a própria interioridade das personagens que vem a primeiro plano: como se as coisas que importam só pudessem ser ditas (e escutadas) de olhos fechados.

 

 

DESESPERO | RUI PILÃO | FIC | PORTUGAL | 13

 

A crise e as medidas de austeridade empurram um homem para actos desesperados que colocam a existência da sua família em risco. 

 

Licenciado em BSc(Hons) Sound Technology pela University of Glamorgan, no País de Gales. Após o seu regresso a Portugal realizou a sua primeira curta-metragem como autodidata "Aqui jaz a minha casa" que já recebeu várias distinções, entre elas, 7 prémios nos Cineuphoria 2013, Melhor interpretação no Index - Festival de Cinema e Experimentação e o prémio de Jovem Realizador no OnMoving Film Festival. Actualmente está prestes a concluir o Mestrado em Comunicação Audiovisual, especialização em Produção e Realização, na ESMAE no Porto. A sua segunda curta-metragem "Desespero" recebeu a menção honrosa no Motelx 2013 e tem sido exibida por todo o mundo, incluindo o Razor Reel Fantastic Film Festival e Abertoir Wales Horror Festival.

 

 

 

 

 

É CONSIDERAVELMENTE ADMIRÁVEL DA TUA PARTE QUE AINDA PENSES EM MIM COMO SE ESIVESSE AQUI | ANDRÉ MENDES, ANDREIA NEVES | FICÇÃO | PORTUGAL | 2013 | UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS | 11´

 

Zé é um rockstar esquizofrénico. O filme retrata alguns episódios da sua luta contra a doença. A relação com a namorada que está morta, com a filha e com o pai. Zé só pode contar com o manager que o impede de voltar ao mundo da música até estar curado.

 

André Mendes nasceu a 2 de janeiro de 1990 em Lisboa. Filho da mesma Alvalade

que no seu berço acolheu desde Fernando Lopes a João Ribas, cresceu de ouvidos postos no rock e olhos virados para o grande ecrã. Dos primeiros Méliès às Artes Visuais no Rainha D.Leonor foi um saltinho, da primeira banda à licenciatura em Cinema, Vídeo e Comunicação Multimédia na Lusófona foi outro. O seu cabelo estranhamente disforme mas esteticamente funcional pode actualmente ser encontrado a deambular pelas ruas da capital lusitana à procura de emprego, de ideias para filmes e de inspiração para acordes que expressem uma igual proporção de peso e emoção. 

 

Andreia Neves nasceu em 1989 no Barreiro. Após frequentar o curso de Artes Visuais no secundário, licenciou-se em Cinema, Vídeo e Comunicação Multimédia na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.

Seguindo a área de especialização em realização e produção cinematográfica, realizou e participou em diversas curtas-metragens e outros trabalhos durante todo o curso.

Vários projetos nos quais participou foram selecionados para festivais, entre eles o videoclip para a banda portuguesa Low Torque, selecionado para o festival de curtas-metragens de Faro e “EM, 3,2,1, Ação” segundo classificado no Prémio Esclerose Múltipla Curtas.

A curta-metragem “É Consideravelmente Admirável da tua parte que ainda penses em mim como se aqui estivesse”, realizada juntamente com André Mendes, saiu vencedora da mostra de filmes do curso de Cinema da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, denominada Over and Out 2013, nas categorias de melhor filme e melhor banda sonora. 

 

Melhor banda Sonora Over and Out 2013 e Melhor Filme Over and Out 2013

 

 

EAT | MORITZ KRÄMER | 6.30´ | ALEMANHA | 2012 | ESTREIA EM PORTUGAL | dffb German Film and Television Academy

 

 

A photoshoot. The model Helen is unnerved. Back in the changing room she makes a surprising discovery. Everything around her is edible - the chair, the TV, the walls…

 

 

A sessão de fotos. A modelo Helen está nervosa. Ao voltar ao camarim, ela faz uma descoberta surpreendente. Tudo ao seu redor é comestível - a cadeira, a TV, as paredes ...

 

PRESSKIT

 

 

 

EDEN | FABIO FREITAS | FICÇÃO | PORTUGAL | 2014 | 12

‘E plantou Deus um jardim no Éden, e pôs ali o homem que tinha formado’. Nesta história, João (Nuno Pardal) e Pedro (Pedro Sousa Loureiro) vivem nesse jardim.

João quer acima de tudo que Pedro seja feliz e a única forma que encontrou para concretizar esse desejo é apoiar Pedro na sua fuga com Sara (Sara Barros Leitão). Por seu lado, Pedro aprendeu a amar João e não quer abandonar o jardim. Mas um deles comeu do fruto proibido...

 

Fábio Freitas nasceu em Vila Franca de Xira, em 1987. Licenciado em Audiovisuais e Multimédia na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa (2010), trabalhou durante sete anos como assistente de continuidade em telenovelas, séries e talk-shows para a NBP/Plural (2007-2013). Desde 2013 que trabalha na produção de Bem- vindo a Beirais, uma série de sucesso da RTP, e em vários programas de entretenimento da produtora Shine Iberia. Estreou-se no cinema em 2012, como argumentista e produtor da curta- metragem Sara (2012), realizada por Miguel Antunes. No ano seguinte realiza a sua primeira curta-metragem Partir (2013), exibida em vários festivais internacionais de cinema.

EL SILENCIO DE LAS MOSCAS | ELIEZER ARIAS | VENEZUELA (92)

 

Uma história cheia de poesia e imagens sugestivas, uma história em que os personagens falam aos seus mortos através de sonhos, muitos até se dizem tentados a seguir o mesmo caminho e chegar ao lugar em que, finalmente, parecem viver em paz irmãos, pais e filhos.

 

Un relato cargado de poesía e imágenes sugestivas, unas historias en las que los protagonistas hablan con sus muertos a través de los sueños, muchos,incluso, se dicen tentados a seguir el mismo camino y llegar al lugar donde por fin parecen habitar en paz los hermanos, los padres, los hijos.” 

 

 

ELECTRIC INDIGO | JEAN-JULIEN COLLETTE | FICÇÃO | BÉLGICA | FRANÇA | 2013 | 24´

 

É ás vezes complicado para uma menina enfrentar a pressão dos colegas e tornar-se consciente de sua própria identidade, principalmente quando ela nunca conheceu a sua mãe e a única referência é o amor de dois pais heterossexuais unidos pelos laços de casamento "não-carnal".

It is sometimes complicated for a little girl to face peer pressure and becoming aware of her own identity, especially that she never knew her mother and that the only reference is the love of two heterosexual fathers united by the bonds of a “non-carnal” marriage.

 

 

Jean-Julien Collette (Brussels - 1978) is an autodidact Belgian filmmaker based in Madrid. Bitten by the cinema bug at the age of eight, he promised his father that one day he would become a film director. Many years later, he is fulfilling his dream with five short films to his credit totaling up to 400 selections and 100 awards in film festivals (such as Karlovy Vary, Montreal World, Palm Springs Shorts, Clermont Ferrand...). "Electric Indigo" is his first solo work and marks a change of direction towards a hand-held camera style and a colorful aesthetic. In this film, he explores his favorite themes in more depth; the sexuality and the unstructured family in a modern and pluralistic society. He is currently preparing his first long feature, "Rabbits", a supernatural thriller. 

 

 

ENTULHO | MABEL LOPES |FIC | BRASIL | 2014 | 17

 

Gustavo é um acumulador compulsivo de entulho que recebe um aviso de despejo da Vigilância Sanitária caso não limpe sua casa, que é imunda. O que Gustavo não sabe é que o entulho em sua vida não é apenas material. 

 

 

ESQUIZOPHONIA | ANDRÉ MIRANDA E DIOLO LEITÃO | FICÇÃO | 11.44 | PORTUGAL | Universidade Lusofona de Humanidades e Tecnologias

 

Durante um concerto de piano, um compositor começa a sofrer de um estranho mal – as frequências sonoras que ouve começam a baralhar-se, uma insuportável cacofonia de ruídos invade a sua cabeça. Confundido, sai para a rua onde o mal cresce e o perturba ainda mais. No meio do seu sofrimento ouve uma música – a sua “sinfonia perfeita” – o som que buscou durante toda a sua vida. Estranhamente, a música provém de colunas de som que tocam numa “rave” – e ele é o único que a ouve. Em casa, tenta desesperadamente reproduzir os sons que ouviu mas o piano parece que o recusa. De volta às ruas, os sons da cidade confundem-no tanto, que desmaia. No transporte para o hospital reconhece momentos em que a sua acuidade auditiva é recuperada. Mas são momentos em que a sua capacidade visual é inexistente. No hospital enfrenta o sacrifício que lhe poderá permitir encontrar a sua música.   

During a concert performance, a piano composer feels a strange illness– the sound frequencies he hears are all mixed, an unbearable cacophony of noises fills his brain. Baffled and confused he wanders the streets. In the midst of this extreme suffering he hears a beautiful music, the “perfect symphony” he searched for his whole life. Strangely, the music comes from sound speakers in a wild rave party – and he’s the only one hearing it. At home, he tries desperately to reproduce the sounds he heard but the piano refuses to play his music. Back in the streets, the city noises peak to an extreme that makes him loose all senses. As he is transported to the hospital by ambulance he senses moments where he recognizes normal sound frequencies. Moments where he doesn’t have visual awareness. At the hospital he faces the sacrifice he will have to endure in order to find his music.

André Miranda nasceu e cresceu em Mafra. Interessado desde muito jovem em realização de cinema e em criação de histórias, André frequenta a Licenciatura de Cinema Video e Comunicação Multimédia na Universidade Lusófona. Nesse âmbito foi responsável por diversos projctos, incluindo a curta-metragem Dream of Passion vencedora do concurso Frame1 de curtas do Lisbon&Estoril Film Festival, 2012.Explorando um complexo conflito interior e um dilema extremo, André Miranda é o autor do argumento original de Esquizophonia.

Diogo Leitão, natural de Lisboa, desenvolveu desde jovem um sentido de olhar próximo ao da câmara com uma invulgar capacidade de construção de ambientes tensos. Frequenta a Licenciatura de Cinema Video e  Comunicação Multimédia na Universidade Lusófona.

 

 

 

EU SOLIDÃO | JOSE EVANGELISTA | ANIMAçÃO | PORTUGAL | 2014 | 6

FOR SHADOWS | KEN PAUL RESENTHAL | EUA | 2013 | 26´

 

A contemplative, multi-layered memoir that explores the process of coming to terms with one’s shadow while unraveling the tangled roots of self-harm. The home movies of a child’s formative years and an interior landscape of traumatic domestic memories are excavated and re-constructed alongside sound clips from archival mental hygiene films.

 

 

GOTAS DE FUMAÇA | ANE SIDERMAN | BRASIL (21)

 

Bibi (Araci Esteves) é viúva e vive isolada com sua gata em seu pequeno apartamento. Aos 70 anos, recolhida em seu canto, se relaciona somente com seus vizinhos. Em meio a sua solidão, decide ajudar sua vizinha Julieta (Fernanda Moro). Acabam criando uma relação que beira os limites da solidão e uma identificação na angustia da espera da morte.

 

Bibi (Araci Esteves) is a widow who lives alone with her cat in a small flat. At the age of 70 and living in her own world, she only interacts with her neighbours.  In the midst of her loneliness, she decides to help her neighbour Julieta (Fernanda Moro). They end up having a relationship that borders the limits of loneliness and they both have an identification with the anguish of waiting for death.

 

 

HUMANEXUS | YING-FANG SHEN | ANIMAÇÃO | 10´| EUA | 2014

 

 

A raça humana há muito tempo procurou conexões interpessoais significativas. Ferramentas e tecnologias tornaram mais fácil de alcançar e compartilhar idéias, mas cada um apresenta um novo desafio imprevisto. Devemos sempre perguntar: "É isso que queremos O que queremos?"

 

The human race has long searched for meaningful interpersonal connections. Tools and technologies have made it easier to reach out and share ideas but each presents a new unforeseen challenge. We must always ask: "Is this what we want? What do we want?"

A visual artist and storyteller. Born in Taipei Taiwan trained as a painter and immersed in East Asian arts for over 20 years Ying-Fang Shen is very much intrigued by metaphorical communication which strongly influences her creation of sequential arts. Her recent works falls within the fields of painting illustration and animation. Many of them draw upon human nature and gravitate toward related subjects and characters. Shen?s works have been exhibited in Europe Asia North and South America and have received acclaim in cities including Annecy Chicago New York Cincinnati Los Angeles Sao Paulo Taipei and Vancouver Bali Berlin Guam among many others.

Ying-Fang Shen is currently a faculty of Virginia Commenwealth University (USA).

IN LIGHT, IN! | KEN PAUL ROSENTHAL | FICÇÃO | EUA | 2013 | 12´

Um assombro, ensaio visual sobre os momentos difíceis e irritados, onde nossa cultura luta para gerir o seu sofrimento emocional. Imagens recicladas a partir de década de 1950, da era filmes educativos são acompanhadas por composições originais de violoncelista Zoe Keating.

 

 

A haunting, visual essay about the awkward and angry junctures where our culture struggles to manage its emotional distress. Images recycled from 1950’s-era educational films are accompanied by original compositions by cellist, Zoe Keating.

Ken Paul Rosenthal is a cinema artist and activist whose recent work weaves personal and societal narratives on madness through natural and urban landscapes, home movies, and archival footage from 1950’s-era social hygiene films. Emotionally intelligent and visually sensual, his films are ‘illuminated texts’ that touch the mind through the heart. Ken’s recently completed trilogy of poetic mental health films, Mad Dance, re-envisions the way we think, speak, and feel about mental distress and wellness in today’s chaotic world.

 

HOLIDAY AT SEASIDE | CRISTINA GROSAN | BOSNIA HERZEGOVINA (18)

 

Amalia, 13 anos tem o seu primeiro período de um dia antes de sair para a praia com os pais. Tem uma mãe rígida e distante, Amalia secretamente decide resolver o assunto pelas suas próprias mãos. Embora lutando com a questão por si só, ela não percebe que seus pais que concordaram em se separar e estão à beira de desistir de suas últimas férias como uma família. O que deveria ter sido um feriado comum torna-se uma missão de mãe e filha. Para encontrarem-se a eles próprios, em seguida, cada um.

 

Amalia, 13, gets her first period one day before leaving to the seaside with her parents. Having a strict and distant mother, Amalia secretly decides to take the matter into her own hands. While struggling with the issue by herself, she doesn’t notice that her parents who discreetly agreed to split, are on the verge of giving up their last vacation spent as a family. What should have been an ordinary holiday becomes a mother-daughter quest. To find themselves, and then, each other.  

 

https://www.facebook.com/pages/Holiday-at-the-Seaside/1413322255559846?sk=timeline

 

 

HEART SAYS EXPLODE | ADRIAN SCHOLZ & JOHANNES FRITSCHE | ALEMANHA | 2012 | 18.35´

 

O jovem músico Finn tropeça entre o desejo de realização convencional e o desconforto da compreensão que é difícil de se dar bem numa área sem quaisquer convenções burguesas. Como ele pode encontrar um projecto alternativo para a sua vida, que não vai encurralá-lo na vida de classe média?

 

The young musician Finn is stumbling between the longing for conventional fulfillment and the discomfort of understanding, that it is hard to get along in a niche without any bourgeois conventions. How can he find an alternative draft for his life, that will not lead him in a stuck up, middle class life?

 

PRESSKIT

 

 

JOAQUIM O ABOBORA | JOSÉ PANDO LUCAS | FIC | PORTUGAL | 10.15

 

Um psiquiatra tenta encontrar cura para Joaquim, seu paciente de longa data, cuja estranha e saudável obsessão conmsiste em usar uma abóbora na cabeça.

José Pando Lucas nasceu no Porto, em 1988. Estudou arquitectura na Faculdade de Arquitectura do Porto (FAUP) em 2006 tendo decidido mudar para o curso de artes plásticas/pintura em 2007, ingressando assim na Faculdade de Belas Artes do Porto (FBAUP). No último ano lectivo (2011-2012), o seu ano de finalista, realizou mobilidade Erasmus em Praga, na República Checa, na faculdade Akademie výtvarných umění v Praze (AVU). 

INQUIETUDE | MORGAN DAVIDSEN | FICÇÃO | 12´| NORUEGA | 2014 

 

Inquietude significa a ausência de paz. Anna está em Nova York para se tornar uma bailarina. Na sua procura de realizar um sonho, ela não tem outra escolha e não conhece outra maneira. A curta-metragem sobre a ambição artística que impulsiona em direção a um objetivo, por vezes, à beira da fadiga e da loucura. O sonho de Anna não é algo só dela, mas de todos nós que lutam por algo. Nem todos são dançarinos ou artistas, mas muitos de nós temos uma vontade extra para mostrar quem somos eo que podemos fazer. De certa forma estamos condenados. Nós não temos uma escolha. Estamos a viver as nossas vidas de Inquietude.

 

Anna is in New York to become a dancer. In her pursuit of a dream, she has no other choice and know no other way. A short film about the artistic ambition that drives towards a goal sometimes on the verge of fatigue and madness. Anna’s dream is somewhat not hers only, but all of ours who strive for something. Not all are dancers or artists, but many of us have an extra urge to show who we are and what we can do. In a way we are doomed. We don’t have a choice. We are living our lives in Inquietude.

 

Inquietude was partly shot in Brooklyn, inspired by the young artists who live and work there —including lead actress Nina Ingemann, a Danish actress who followed the long and proud Scandinavian tradition of settling in Brooklyn.

 

Morgan Davidsen grew up in Hølen, a smalltown in Norway. Morgan has a variety of film and theatre experiences both as a writer/director and actor. As an actor he has played in TV series and films and at The Guthrie Theatre, Minneapolis. Morgan has a theatre and film degree from Augsburg College, Minneapolis. HIs last shortfilm `Bringebær` (Raspberries), won several international awards.

 

 

JAA | SANNA LILJANDER | METROPOLIA UNIVERSITY OF APPLIED SCIENCES | DEGREE PROGRAMME IN FILM AND TELEVISION | FINLÂNDIA (9)

 

"Por que você não se levanta simplesmente de lá?"Um filme sobre a depressão, a amizade e a força de vontade. De vez em quando você tem que quebrar o gelo e enfrentar a água fria e escura por baixo.

 

 

“Why don't you just get up from there?”

A film about depression, friendship and willpower. Once in a while you have to shatter the ice and confront the cold dark water underneath.

 

Sanna Liljander (b.1980, Finland), a former psychology student, studied Cinematography and Editing at Metropolia UAS, Degree Programme in Film and Television for two years. In 2014 she started Documentary Film-making studies at Aalto University, Department of Film and Television in Helsinki. JÄÄ is her very first work as a director and it has been awarded and screened at festivals around Europe.

 

 

LABIRINTO | PAULO ABREU | PORTUGAL | 16

O realizador Júlio Bessa que sofre de "stage fright", vai ao Festival de Cinema Luso Brasileiro apresentar o seu ultimo filme.

Filme realizado durante o Festival Luso Brasileiro protagonizado por participantes do Festival.

 

 

LEBEN! | CAROLIN FARBER | FIC | ALEMANHA (18)

Ben (28) sofre de ansiedade e uma pertubação obsessiva-compulsiva em não pode ter por mais tempo. Medicação e terapia não tiveram efeitos positivos até agora e sua namorada deixou-o. Ela não poderia lidar com a situação. O desejo mais ardente de Ben é ser normal novamente, mas mesmo tendo um emprego novo seria um grande passo na direção certa. Quando ele é convidado para uma entrevista de emprego, ele decide arriscar tudo e enfrentar seus medos por um longo dia.

Ben (28) suffers from anxieties and an obsessive-compulsive disorder which he can't stand any longer. Medication and therapy have had no positive effects so far and his girlfriend left him because she couldn't cope with the situation. Ben's most burning desire is to be normal again but even having a job again would be a big step into the right direction. When he's invited for a job interview he decides to risk it all and to face his fears for one – long – day.

LEVEL OF CARE | JULIA PETERS | FICÇÃO | 20´| ALEMANHA | 2014

 

Ruth cares for her mother Hilde who is suffering from dementia.

 

PRESSKIT

LUNATIC TALKS | SOFIA TRINCÃO | FEIF LONNE | DOCUMENTÁRIO | PORTUGAL | 2014 | 28´

É uma viagem através da loucura....ou....talvez não (??)

Então,  e se estivessemos todos enganados à cerca disso ??

Uma vez, em Oslo, num dia da Esquizofrenia,  eu passei em frente a uma parede,

onde estava escrito com, letras de um metro a palavra ESQUIZOFRENIA e só isso.

O facto de ter sido, a primeira vez na vida, que eu li a palavra ESQUIZOFRENIA sem

estar associada a coisas más.....tocou-me tanto que eu começei a chorar.

Esta curta metragem da Proletar Film foi feita para evitar e lutar contra a

estigmatização. E para mostrar que entre os esquizófrenicos, existem  pessoas com

qualidades e que sabem fazer coisas. Pessoalmente, eu tenho sido a vida toda um

artista em várias áreas.

Esperamos que gostem desta curta metragem experimental !

Leif Lønne

 

Quando conheci o Leif Lønne, todos me diziam “Cuidado que ele é esquizófrenico!”

Fiquei primeiro fascinada com a sua pintura.....acabei depois por conhecer o mundo dos que vivem com experiências diferentes da realidade.....e aqui estamos nós, nesta Fala Lunática, a falar da uma realidade profundamente desconhecida e estigmatizada.

Sofia Trincão

 

Leif Lønne

Nasceu na Noruega em 1959 e vive entre Tavira e a Noruega desde 1986.

Começou .a tocar viola aos dez anos de idade.

Passou depois a dedicar-se a outras formas de arte.

Fez diversas exposições de pintura, na Noruega, Bélgica e Portugal, entre as quais se destacam a galeria L`Escale em Bruxelas e a Galeria Internacional de Arte, em Almansil.

Foi guitarrista em diversos grupos e formou um grupo Durruti Malatesta, para o qual compõe a música e escreve as canções.

Escreveu dois livros editados na Noruega.

A Fala Lunática é a sua primeira experiência de construção de uma narrativa cinematográfica.

Viver na rua,  internamentos e tratamentos psiquiátricos forçados, são algo de familiar na sua vida.

 

 

Sofia Trincão

Nasceu em Lisboa em 1965 e vive no Algarve desde 1989.

Estudou Comunicação e Realização Plástica do Espectáculo.

No âmbito do cinema trabalhou em documentários realizados por José Álvaro de Morais, Joaquim Pinto e Sérgio Trefaut.

Realizou conjuntamente com Òscar Clemente, dois documentários: “Praia da Lota 1989-2000” e “Praia de Monte Gordo”. Este último obteve 5 prémios em Festivais Internacionais de Cinema.

Gosta de conhecer, de se dedicar e de mostrar ao mundo assuntos e questões de quotidianos esquecidos, desprotegidos, desclassificados e estigmatizados.

Está a tentar conjuntamente com Leif Lønne, implementar um projecto de sensibilização artística e terapia “LLartproject”, baseado na sua obra.

 

MATIN LUNAIRE | CLEMENT OBERTO | EXPERIMENTAL |  FRANÇA | 2014 | 3

Matin Lunaire é um momento suspenso, o paradoxo de uma lua ainda no céu durante o dia. A peça descreve um universo misterioso perdido entre os sonhos e a realidade. Um poema épico constantemente transformando em que as cores beleza e doçura vêm juntos.

Matin Lunaire (moony morning) is a suspended moment the paradox of a moon still in the sky during day time. The piece describes a mysterious universe lost between dreams and reality. An epic poem constantly transforming in which colors beauty and sweetness come together.

Self-educated atypical director and producer Clement Oberto concentrates his work on the female entity. He took part in many festivals as the Annecy International film animation festival and the French Film festival of Washington DC where he received several prizes including "Honors Short Film" "Best short film" & "Best writing concept".

His style has evolved through adverts for luxury brands (Chaumet Dorian Ho Lamberto Losani) and "Draught" an artistic serie exhibited in France Spain and Japan. He has also directed music videos for Metro Zu Isan Masha Qrella and Margo as well as institutional films for Coca Cola Airbus Areva GDF Novartis and Safran. In the fashion world he collaborates with Soon Magazine and photographers such as David Hamilton Andy Julia and Nicolas Guerin. In 2014 he produced and directed the short film "Matin Lunaire" in collaboration with the famous band Plaid (Warp Records) and the young fashion designer Coppelia Pique.

MI MINUTO | FICÇÃO | ARGENTINA | 2014 | 6

 

Curta Metragem realizada por cooperativistas do Programa Argentina Trabalha em Ituzaingo no decorrer de um projecto “Cinema, género e Trabalho” dinamizado pelo Consejo de la Mujer de Ituzaingo e pela Associação Civil Cine en Movimiento. 

 

Cortometraje realizado por lxs cooperativistas del Programa Argentina Trabaja en Ituzaingo en el marco del proyecto "Cine Genero y Trabajo" llevado adelante por el Consejo de la Mujer de Ituzaingo y la Asociacion Civil Cine en Movimiento.

 

MIEDO | ELISA RUIZ | GUATEMALA | NORUEGA  | 2013 | 17

For me the hardest thing about moving to another country wasn´t to make new friends learn a new language or how to ski but to be afraid. Being afraid of what my new friends would think when they would find out the truth about me. In 2007 when I was 16 and moved to Norway I got diagnosed with psychosis. I never dared to tell anyone. I was embarrassed and scared. In 2011 the doctors found out that my problems were caused by something physical. My friends and family were so happy not because my symptoms were different but because I didn´t have a psychiatric diagnosis. For me the fear of other peoples reaction was worse than having a psychiatric diagnosis. By making this movie I hope that other people can get a better understanding of how it feels to be a psychiatric patient and that others in the same situation can stop being afraid and ashamed. ?Fear? is a visual highly personal and poetic movie - a desire for acceptance and love. 

 

Para mim, a coisa mais difícil de mudar para outro país não era fazer novos amigo,s aprender uma nova língua ou a esquiar, era ter medo. Ter medo do que os meus novos amigos pensariam quando descobrissem a verdade sobre mim. Em 2007, quando eu tinha 16 anos mudei-me para a Noruega eu fui diagnosticada com psicose. Eu nunca me atrevi a dizer a ninguém. Fiquei envergonhada e assustada. Em 2011, os médicos descobriram que meus problemas foram causados ​​por algo físico. Meus amigos e família estavam tão felizes não porque os meus sintomas eram diferentes, mas porque eu não? T tem um diagnóstico psiquiátrico. Para mim, o medo da reação de outros povos era pior do que ter um diagnóstico psiquiátrico. Ao fazer este filme eu espero que outras pessoas possam ter uma melhor compreensão de como se sente ao ser um paciente psiquiátrico e que outros na mesma situação pode parar de ter medo e vergonha. ? Medo? é um filme altamente pessoal e poética visual - um desejo de aceitação e amor.

NO ONE PUKES IN HEAVEN | KATJA BENRATH | FLORIAN HIRSCHMANN | DANIELA SANDHOFER | AUSTRIA (14)

 

 

Sabendo que o cancro irá em breve afastá-las, uma menina e a sua mãe tentam usar o tempo restante para viver a vida ao máximo. Talvez por isso elas se preocupam muito uma pela outra, a estratégia inicial para lidar com o adeus iminente de brincadeira e de forma deliberadamente casual, agrava inevitavelmente. Mas a raiva e o medo transformam-se num oportunidade ...

 

 

Knowing that cancer will soon be tearing them apart, a little girl and her mother try to make use of the remaining time to live life to the fullest. Despite - or perhaps because of the fact, that they care so much for each other, the initial strategy, to deal with the imminent goodbye playfully and in a deliberately casual way, escalates inevitably. But anger and fear turn into an opportunity ...  

 

PRESSKIT

NOCEBO | LENNARD RUFF | ALEMANHA (37)

Christian Lukas está foragido. Ele participou num estudo de drogas e juntamente com sua namorada Anna descobriu a morte de um companheiro participante. No entanto, em vez de investigar, os médicos encobrem o incidente. Quando Anna também começa a mostrar sinais dos efeitos secundários mortais Christian abandona o centro de teste para obter ajuda. Mas nem a polícia, nem os médicos acreditam que a sua história pois este sofre de esquizofrenia paranóide. Somente sua irmã Alice fica com ele, apesar das suas sérias dúvidas - até que perseguidores aparendem de repente. Mas qual é a verdadeira história por trás da fuga? Será que a garota em perigo realmente existe? Onde está a linha entre a psicose e a realidade? Nocebo - um thriller de percepção.

 

Christian Lukas is on the run.He took part in a drug study and together with his girlfriend Anna discovered the death of a fellow participant. However instead of investigating, the doctors covered up the incident. When Anna also starts showing signs of the deadly side effects Christian breaks out of the test centre to get help. But neither police nor doctors believe his story since Christian suffers from paranoid schizophrenia. Only his sister Alice stands by him despite her also having serious doubts - until suddenly unknown pursuers show up. But what is the real story behind Christian's escape? Does the girl in danger really exist at all? Where is the line between psychosis and reality? Nocebo - a perception thriller.

 

PRESSKIT

O MEU AVÔ | TONY COSTA | FICÇÃO | 2012 | PORTUGAL (22)

 

Francisco (11 anos) é obrigado, contra a sua vontade a passar as férias de verão no campo com os avós. Francisco tem dificuldade em adaptar-se e de se libertar dos seus hábitos da cidade. Um dia o avô perde a carteira com o dinheiro da sua pensão e Francisco toma uma decisão radical.

 

Francisco (11 years) is forced to spend the summer vacation in the countryside with his grandparents. Francisco has difficulty in adapting to and get rid of the habits of the city. One day the grandfather loses his wallet with the money from your pension and Francisco takes a radical decision.

 

http://www.facebook.com/OMeuAvo

PAUL AND VIRGINIE | PAUL CARTRON | FICÇÃO | BELGICA | 2014 | 18´

IAD – INSTITUTE DES ARTS DE DIFFUSION – Louvain – la – Neuve

 

Paul vive sozinho com a mãe Virginie. Enfraquecida pela doença, ela não é capaz de levar o seu dia a dia de uma forma normal. Paul impulsionado pelo vínculo indissolúvel de amor que existe entre ele e sua mãe tenta resolver o assunto pelas suas próprias mãos.

 

Paul lives alone with his mother Virginie. Weakened by disease she is unable to go about their daily life anymore. Paul driven by the unbreakable bond of love that exists between him and his mother tries to take matters into his own hands.

 

TRAILER https://vimeo.com/99331916

 

PERMANET TOGHETER | ANTÓNIO MARENCO | DOC | ESPANHA | 2013 | 47

 

Permanente Juntos é um retrato agridoce da última geração que cresceu sem Internet e telefones celulares da geração, pouco antes da explosão digital. ´´E um documentário que combina arquivos e ficção.

 

Permanent Together is a bittersweet portrait of the last generation that grew up without Internet and mobile phones the generation just before the digital explosion. Its a documentary-based essay that combines archives and fiction.

 

PERSPECTIVE | DAVE LOJEC | FIC | ALEMANHA | 3´ | 2010

You make things more complicated by forgetting how easy they can be. A student a goddess and a dog meet under quaint circumstances in a turned world. This miniature can be read as a metaphor about tunnel vision and the muse it takes to wake up!

Você faz as coisas mais complicadas por esquecer o quão fácil eles podem ser. Um estudante de uma deusa e um cão atender em circunstâncias típicas de um mundo virado. Esta miniatura pode ser lido como uma metáfora sobre a visão de túnel e a musa é preciso acordar!

Director and Producer Dave Lojek was born in East-Berlin in 1975. He studied English and Culture at Humboldt-University. As independent filmmaker and critic and organizer of annual film workshops (KinoKabarets) he teaches short film and creative-writing. Dave's works have been published in all media. Most of his over 120 films are broadcast on TV and online. He won 20 film awards and counts an audience of one million people. 

PRINCESA | FÁBIO GONÇALVES | FICÇÃO | UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS | 3.34

 

A curta deste jovem do Cartaxo retrata um assalto de um pai que não olha a meios para salvar a sua filha.

Com o apoio da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, este filme tem realização e argumento de Fábio Gonçalves e música de Ricardo Figueiredo.

 

 

PROCESSO 340 | ANTÓNIO NARCISO | JOÃO SOARES | JOEL DUARTE | MARIA ABREU | VANESSA PINHEIRO | WILSON SOARES |  ETIC_ALGARVE (26)

 

Eduardo Barroso é um psicólogo de renome com uma vida profissional e pessoal estável, até ao momento em que recebe Sara Medeiros como sua paciente. Um filme intenso que mostra onde a depressão e a obsessão são capazes de levar para atingir um objetivo.

 

Realizado pelos alunos do curso técnico de Realização 12|14

PROJECTO V | BERNARDO GOMES ALMEIDA | FIC | PORTUGAL ! 2013 | 10.37

“Se quiseres poder suportar a vida, fica pronto para aceitar a morte.” - Sigmund Freud. Quando um predador é movido por sentimentos de vingança, o que poderá a presa fazer dentro de quatro paredes? Deverá aceitar o seu fim?

QUAL QUEIJO VOCÊ QUER | CINTIA DOMIT BITTAR | FIC | BRASIL |  11´

 

Margarete uma senhora idosa tem um acesso de raiva quando o seu marido Alfonso pergunta se pode trazer queijo da loja. O queijo torna-se a faísca para o debate sobre como o casal viveu os planos e sonhos que não realizaram por décadas.

 

 

A simple request – Could you bring me some cheese from the store? – triggers a relationship discussion between an old couple in this amusing dramatic comedy.

QUALEN | ANIM | REBECCA BLOCHER | ANIMAÇÃO | 2013 | 4´

 

The film is based on the poem of the same name by Etta Streicher. It is concerned with not speaking out, keeping your feet still or actually biting the bullet and achieving inner freedom. And about how individual mental states influence the world.

 

PRESSKIT

REMISSÃO COMPLETA | CARLOS MELIN | FIC | PORTUGAL | 2014 | 14.59´

 

Remissão Completa é uma metáfora entre a doença física e social, contada através da história de dois velhos amigos.

Miguel é um prestigiado advogado de um banco, não olhando a
meios para atingir os fins. Após a doença fatal da mulher, a sua vida
vai sofrer um forte revés, que ele tenta encarar como uma
oportunidade para se redimir. A doença física, como metáfora da
doença social, retratadas pelos encontros e contrastes com Ricardo,
um velho colega de escola.

 

Complete Remission is a metaphor between physical and social disease, told through the story of two old friends.

Jovem Realizador Madeirense, nasceu em 1980, no Funchal. Filho de um Ex-realizador de rádio, desde cedo sentiu um gosto pela rádio que rapidamente se transformou num amor pela televisão. Foi reporter de imagem e editor da delegação da Sic na Madeira. Aprofundou ao longo dos anos o domínio de várias linguagens participando em vários projectos informativos Nacionais e Internacionais. Fez videoclips, publicidade e participou em inúmeros documentários. O seu trabalho como Realizador soma prémios, tanto na área Institucional como pela Direcção de Imagem de programas de televisão. Mas foi na sua primeira obra cinematográfica, “de mim”, que encontro maior reconhecimento.

 

http://www.facebook.com/remissaocompleta

 

RUSLAN | TAISIA DEEVA | FIC | ALEMANHA, RUSSIA, REINO UNIDO | MET FILM SCHOOL | 2014 | 10´

 

Seis anos Ruslan é levado para um cemitério pela sua avó. No cemitério vê um túmulo de um menino de sua idade. Depois de confrontar a avó com perguntas sobre a vida e a morte e não conseguir respostas satisfatórias ele se apressa a partilhar o seu conhecimento com as crianças em seu bairro.

 

Six year-old Ruslan is taken to a cemetery by his Grandmother. There he sees a grave of a boy of his age. After confronting his grandmother with questions about life and death and not getting satisfying answers he hurries to share his knowledge with the children in his neighbourhood.

SEGUIR EM FRENTE – SUPERANDO DESAFIOS - VENCENDO A ESQUIZOFRENIA | BRASIL | 9.25

 

Jorge Cândido de Assis tem 50 anos e sofre com esquizofrenia há 29 anos. Saiba como descobriu a doença e o que tem feito para superá-la.

SWAN |  SASHKO DANYLENKO | ANIM | UCRANIA | FRANÇA | 2014 | 4.12

SOUL MINOR - DÉJÀ VU | QUINCY DAVIS | VIDEOCLIP | USA | 2014 | 4.57

 

Deja Vu journeys into a dark world of addiction, isolation, and parasitic energy. Strong emotions were brought up on the first day of shooting, as I felt I was reliving a part of my past. My intention is to channel that energy and shine light on the choices we make to walk our path. Deja Vu is a track from my debut album, PerMission

TEO | VICTOR HUGO AGUDELO RÚA | FICÇÃO | COLOMBIA | 15.52´ | UNIVERSIDAD DE ANTIOQUIA | ACADEMIA SUPERIOR DE ARTES MEDELLÍN | COMUNICACION AUDIOVISUAL

 

Joaquim, uma criança de 8 anos decidiu construir com seu avô um foguete que chamou Teo, para enviar uma mensagem para sua mãe, mas a sua vida complicada-se quando se dá conta de que fazer um foguete não é tão fácil, e não é simplesmente um brinquedo .

 

Joaquín, un niño de 8 años decide construir junto con su abuelo un cohete al cual llama Teo, para mandarle un mensaje a su mamá, pero su vida se complicará cuando se de cuenta que hacer un cohete no es tan fácil, y que no es simplemente un juguete.
 

Víctor Hugo Agudelo Rúa, Nacido en la Ciudad de Medellín Colombia, Bachiller Académico de la Institución Educativa Manuel José Sierra 2005; Estudiante del Pregrado de Comunicación Audiovisual y Multimedial de la universidad de Antioquia; Estudiante de Televisión, Fotografía y Video de la Academia Superior de Artes Medellín; Director y Productor.

THE DANCE IS OVER MARIA | NATKO STIPANICEV | 10´| ANIM | CROÁCIA | 2013

 

Maria a dança acabou foi inspirado na idéia da previsibilidade dos seres humanos e suas reações aos acontecimentos da vida - não importa se é monótono, comum, aleatório ou miraculoso. Como os imprevistos afetam uma família comum ou como é que o homem lida com catástrofes ou situações únicas? Retiradas das suas rotinas diárias as pessoas são obrigadas a restaurar o equilíbrio da paz e da harmonia - apenas por voltando para a sua rotina diários. No entanto, restabelecer o equilíbrio original não é simplesmente uma questão de decisões conscientes e escolhas, também está na repetição subconsciente de acções e padrões comuns  - que ajudam a dar a ilusão de normalidade, mesmo em circunstâncias incomuns.

The Dance is Over Maria was inspired by the idea of the predictability of humans and their ingrained reactions to life’s events – no matter how humdrum and ordinary or random and miraculous. How would unforeseen events affect an ordinary family or how does the average man cope with accidents catastrophes or unique situations? Removed from their everyday routines people are compelled to restore an equilibrium of peace and harmony – accomplished only by resolutely returning to their daily rituals. However restoring the original balance not simply a matter of conscious decisions and choices it is also about subconsciously repeating common and learned actions and patterns – which help to give the illusion of normalcy even in unusual circumstances.

THE INNOCENTS | OSKAR SULOWSKI | FICÇÃO | 36´ | ALEMANHA | 20132014 

 

Eight-year-old Jakub lives alone with his mother, Helena. Recently, Helena has met a man, Milan, who happens to be a small time drug dealer. After his arrest she regularly visits him in prison and occasionally works for him as a courier.

 

PRESSKIT

 

THE MURAL | FRAN GUIJARRO | DOC | ESTADOS UNIDOS | 2014 ! 19´

O Mural segue a história de vários artistas com perturbações de desenvolvimento da asociação thearcsf.org e à medida que trabalham juntos com artistas do freespace.io na pintura de um mural isso parece quebrar barreiras. O filme explora a natureza ilimitada de Arte e sua capacidade de expressar a liberdade, mesmo para aqueles indivíduos cujas vidas parecem estar confinada aos limites das suas deficiências.

 

The Mural follows the stories of several artists with developmental disabilities from non-profit thearcsf.org as they work together with a group of civic artists from freespace.io to paint a wall that aims to erase barriers. The film explores the unlimited nature of Art and its capacity to express freedom even for those individuals whose lives seem to be confined to the boundaries of their disabilities.

TUDO FARINHA DO MESMO SACO |  ANDRÉ ARSÉNIO | ASSOCIAÇÃO DE SAÚDE MENTAL DO ALGARVE | DOC | PORTUGAL | 2013 | 3.21 |

 

Filme realizado no âmbito de um estágio na Associação de Saúde Mental do Algarve (ASMAL).

UN DIA ESPECIAL | MARIA TOMSI | FIC | ARGENTINA 2014 | 5

 

Uma mulher encurralada pelas notícias da rádio e televisão vive um dia especial onde o medo é a mensagem.

 

A woman cornered by the radio and television news special day lives where "fear is the message."

VERTIGES | ARNAUD DUFEYS | FIC | BÉLGICA | 2014 | 29´| IAD (Institut des Arts de Diffusion in Louvain-La-Neuve, Belgium).

 

Clara 15 sente uma estranheza que ela não pode expressar e que vai levá-la a cometer um ato irreparável.

 

 

Clara 15 feels a strangeness she can not express and who will lead her to commit an irreparable act.

Dufeys Arnaud was born in Liège (Belgium) on 31 March 1989. After high school, he directly began studying filmmaking at IAD (Institut des Arts de Diffusion in Louvain-La-Neuve, Belgium).

"ATOMS", his graduation film, was selected in over sixty internationals festivals and won nine awards, including the Grand Prix du Festival Zinebi Bilbao or the prize for best director at the Curta Cinema festival in Rio de Janeiro .

His new film, "VERTIGES" was developed and produced within REPLICA Films, a young society of filmmakers to which he belongs and in which it is currently developing other film projects. 

WE ARE OUTSIDE PLAYING IN THE GARDEN | FRIEDERIKE HOPPE (10)

No jardim interior de uma instituição as pessoas podem se inscrever para ir de férias de sua vida cotidiana. Oferecemos pôneis, jardim jogos, princesa trajar etc Fun! Fun! Fun! Fun! PARTY PARTY! YAY FESTA! JAY!

 

The indoor garden institution is an indoor garden institution where people can apply to go on holidays from their everyday life. We offer ponies, garden games, princess costuming etc. Fun! Fun! Fun! Fun! PARTY PARTY! YAY PARTY! JAY!

 

Friederike Hoppe was born 29.05.1992 in Bielefeld, an unknown city in the west of Germany. She grew up a little, did normal things like sleeping, breathing, eating and some teenage stuff- she also liked: writing, music and sketching things on toilet paper. Some day she thought that film is a great medium to combine all this. So she made her first film knowing that she knew almost nothing about making films. She did it anyway and she noticed it feels great. And she wants to continue making films. Her first short film TO BE NAIVE AND TO KNOW IT'S OK won the Young German Film Prize 2011 and was shown e.g. at 16th Sarajevo Film Festival.

 

PRESSKIT

WE EITHER MEET IN THIS WORLD  | DANIEL HOPFNER | ANIM | 14 | WE´RE OK

 

Forçado a deixar a sua antiga casa em Wolkenberg (Klešnik) por causa de recuperação, o Sr. L. encontra-se numa pequena sala cheia dos seus pertences. A sala fica num prédio no meio de uma zona industrial grande. Grandes nuvens de fumaça obscurecem o céu.  Em vez de verificar que todos os seus bens estão lá, o Sr. L. começa a explorar seu novo alojamento e imediações, passo a passo. Sua caminhada exploratória torna-se uma peregrinação através de um morrer, o mundo não.

 

Forced to leave his old home in Wolkenberg (Klešnik) because of resettlement, Mr L. finds himself in a small room packed with his belongings. The room is in a building in the middle of a vast industrial zone. Great plumes of smoke obscure the sky.
Instead of checking that all of his possessions are there, Mr L. starts to explore his new accommodation and the immediate neighbourhood, step by step.
His exploratory walk becomes a pilgrimage through a dying, failing world.

Bio/filmo: Born in 1971 in Neuburg an der Donau, 1972 in West Berlin.
1987 first film experiments on Super-8.
Studied animation at the "Konrad Wolf" in Potsdam-Babelsberg. Since 2007 freelance filmmaker.